Dieta para Colesterol

Aconselhe-se com um Cardiologista

O Colesterol alto é um dos grandes problemas da sociedade moderna. É certo que pode estar relacionado com tendências genéticas e hereditárias, mas existem factores e comportamentos de risco que contribuem para oaumento nocivo dos níveis de colesterol no organismo humano. E um dos mais comuns é a dieta adaptada ao Colesterol Alto.

 

 

Aconselhe-se com um Cardiologista

Nunca é tarde de mais para adoptar comportamentos alimentares mais saudáveis. Se pequenas trocas na sua alimentação diárias podem prevenir os níveis elevados de colesterol no sangue, imagine o que pode fazer pela sua saúde uma alimentação cuidada, equilibrada e inteligente. E, além disso, uma dieta moderada não só previne outros problemas de saúde, como diminui o risco de acidentes cardiovasculares.

Não consuma Alimentos Refinados

Uma das dicas mais simples para adoptar uma dieta para o colesterol alto é a substituição dos alimentos refinados por integrais. Por exemplo, no café da manhã escolha pão integral, queijo branco, muita fruta e leite desnatado, em vez do pão branco, a manteiga ou o leite gordo. O integral tem mais fibras que, tal como a aveia, ajudam no controle dos níveis de colesterol no sangue.

Coma Vegetais e Fruta

Além dos integrais, deve também consumir mais vegetais e fruta. A sopa, por exemplo, assim como as saladas, são pratos que deve confeccionar diariamente para melhorar a sua alimentação. É que estes produtos fornecem ao organismo humano fibras, vitaminas e mineiras que ajudam a manter o corpo e o coração são e saudáveis.

Tome Suplementos de Origem Controlada

Dr. Venessa's Cholesterol Support - 60 Tablets

É sabido, há quase 50 anos, que os esteróis e estanóis vegetais, também chamados de fitoesteróis e fitoestanóis, baixam os níveis de colesterol no sangue, por inibirem parcialmente a absorção intestinal de colesterol. Hoje em dia, estes compostos estão disponíveis, numa variada gama de produtos alimentares, para os consumidores que desejam diminuir os seus níveis de colesterol sanguíneo.

Evite Carnes Vermelhas

Deixe de fora as carnes vermelhas e de preferência às carnes brancas, como as de galinha ou peru. No entanto, evite a pele. Manter fora da sua dieta essas gorduras “más” ajudam a prevenir os níveis de colesterol elevados, mas também a baixar o risco de acidentes cardiovasculares. Além disso, as ditas gorduras “boas”, como as polinsaturadas (como o ômega 3 e 6) ajudam a manter os níveis de colesterol, contribuindo para um coração mais saudável. Estas são encontradas no peixe, os óleos vegetais e respetivos derivados. Quanto às gorduras monoinsaturadas podem ser encontradas no azeite, nos frutos secos ou em frutas como o abacate.

Por exemplo, uma dica muito valiosa passa por trocar a manteiga pelo creme vegetal quando está a fazer assados. O creme vegetal contém menos gorduras saturadas.

Diminua a ingestão de Açucar

Finalmente, diminua também os níveis de açúcar na sua alimentação diária e controle o uso de sal. Evite tudo o que sejam produtos com alto teor de açúcar refinado, como os bolos e os doces, especialmente os processados. Também dê preferência aos sumos naturais em vez dos refrigerantes. Quanto ao sal, o consumo máximo diário deve andar à volta das cinco gramas. É que o excesso de sal aumenta a pressão arterial, sendo prejudicial para o coração, e contribui para o aumento dos níveis de colesterol.

Alie à Dieta um Estilo de Vida Mais Ativo

O colesterol é um tipo de gordura que armazenam energia e que, por isso, são benéficas ao organismo humano. No entanto, quando não é aproveitada pelo corpo, como em caso de um  estilo de vida sedentário em excesso, estas acumula-se, revestindo a membrana das células e podendo entupir as artérias e os vasos sanguíneos.

Portanto, aliado a uma alimentação cuidada e correta, deve também ter em atenção a adopção de estilos e modos de vida maus saudáveis. Faça exercício físico e combata o sedentarismo, que é um outro problema crescente da sociedade moderna. O excesso de peso é outra das causas mais comuns para o nível elevado de colesterol no sangue e, portanto, o exercício regular é uma ferramenta essencial nesta luta. Não fume, o tabaco também provoca o aumento dos níveis de colesterol, e modere – ou evite mesmo – as bebidas alcoólicas. Por fim, reduza o seu estresse e procure elimina-lo da sua rotina. O estresse, a ansiedade, o pânico ou o trabalho sobre pressão atacam a saúde do coração e o colesterol. Por isso procure garantir que tem tempo para si e para socializar com os seus amigos e procure relaxar.

Visite um Médico Cardiologista Regularmente

Visite o seu Cardiologista
Visite o seu Cardiologista

Estes pequenos gestos, aliados a uma alimentação equilibrada, poderá salvar-lhe a vida e garantir-lhe mais anos de saúde. No entanto, não se esqueça também de que o acompanhamento especializado é fulcral para acompanhar a evolução do seu estado de saúde. Fale com o seu médico de família ou com o seu nutricionista, eles são as pessoas ideais para o aconselharem sobre a melhor dieta para o colesterol alto. Adaptando estas dicas e conselhos ao seu caso pessoal e à sua rotina. Adopte um estilo de vida mais saudável e uma alimentação responsável, mas não dispense nunca o aconselhamento profissional.